Skip to content


Administração mais ágil com o SSHMenu

Vi uma dica muito interessante no blog do Rafael Sfair esses dias. Trata-se do SSHMenu, um applet para o painel do gnome que nos permite fazer conexões SSH e executar tarefas administrativas em nossos servidores com um único click de mouse.

É uma ferramenta fácil de configurar, que ajuda bastante. Possui suporte a chaves ssh, assim basta criar uma e enviar aos seus servidores que o acesso a eles será bem mais prático.

SSHMenu

Vejamos como instalar o SSHMenu. Primeiramente, adicione o repositório abaixo no seu arquivo sources.list:
deb http://www.mclean.net.nz/debian stable contrib

Faça um aptitude update para atualizar a base, e em seguida, digite aptitude install sshmenu-gnome

Ele irá instalar algumas dependências, como bibliotecas ruby.

Depois basta acrescentá-lo em seu painel (clique com o botão direito no painel, selecione adicionar ao painel e em seguida SSH Menu Applet) , adicionar seus servidores e pronto! Você terá poupado vários cliques do seu dia-a-dia, bem como tempo.
Com o SSHMenu você pode criar submenus para executar tarefas específicas no servidor. No meu caso, eu criei um submenu para o meu servidor firewall que já abre direto shell rodando um tail do arquivo de log de conexões.

Caso você tenha uma dica de uso interessante para o SSHMenu, ou conheca uma outra ferramenta interessante, deixe o seu comentário. 🙂

Posted in Admin. de Sistemas.


One Response

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.

  1. Thadeu Penna says

    Eu testei o applet e o mesmo caiu umas poucas vezes. Eu prefiro criar novos perfis no gnome-terminal. O applet abre uma nova conexão para cada chamada ssh – embora não deva ser difícil modificar o fonte para abrir em uma nova tab. No gnome-terminal eu posso identificar cada host pela cor do perfil, por exemplo. Mas nada se iguala ao clusterssh, que se conecta em várias máquinas e roda o mesmo comando (inclusive vi) ou não, dependendo da sua ação.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.